17 tendências verão 2013


Minas Trend Preview deste ano foi do dia 25 até 28 de abril, no Expominas. O evento é super importante para a moda no Brasil porque é a semana de moda que dá o pontapé inicial para as demais. A responsabilidade é grande, mas o MW não deixa a desejar. Nessa edição, os desfiles aconteceram em salas bem maiores, com mais efeitos de iluminação e som.

O evento está na sua 10a edição e, dessa vez, houve uma mudança em toda a sua estrutura. Ronaldo Fragadeu o lugar da direção criativa do evento para Mary Arantes, da grife Mary Design.

Minas Trend Preview - verão/2013

DESFILE DE ABERTURA COM CURADORIA DE MARY ARANTES

Ao invés de um desfile de abertura com as roupas do diretor criativo – nas edições anteriores os desfiles do Ronaldo Fraga que abriam o evento – Mary Arantes fez curadoria das peças de marcas participantes do MW. Não só marcas de roupas, mas de acessórios também foram escolhidas a dedo por Mary e resultaram em um desfile espetacular. A partir daí, começou o Minas Trend Preview verão 2013.

Além das marcas que estão sempre presente, como Vivaz, Martha Medeiros, Victor Dzenk e Rogério Lima, um horário foi dedicado a estilistas estreantes no evento: Lucas Magalhães, Jardin e Clair. Os fashion shows já nos anteciparam as tendências para o verão de 2013 e, para saber no que investir na próxima estação, separei 17 delas que vêm com tudo. Algumas são queridinhas das leitoras, outras vão fazer vocês torcerem o nariz. Quero saber do que acham, viu?! 🙂 Vamos lá!

Tendência Verão/2013: Amarelo

Tendência para o verão/2013: Amarelo

UMA _ VIVAZ _ PATRÍCIA MOTTA

O verão pede sempre cores mais alegres. Não à toa, o amarelo aparece em alguns desfiles do MW. Mas ele não aparece de um jeito chamativo. Ele é bem mais suave, apastelado e romântico.

Tendência Verão/2013: Boudoir

Tendência para o verão/2013: Boudoir

GIG _ VIVAZ _ MARTHA MEDEIROS

Não há tendência mais feminina do que essa! A palavra boudoir significa quarto (de vestir) de moça. Atualmente, ela remete às roupas inspiradas em lingeries, com tops parecidos com corsets.

Tendência Verão/2013: Branco Total

Tendência para o verão/2013: Branco Total

CONDOTTI (LOOK) _ E.STORE _ APARTAMENTO 03

O branco é figurinha marcada da estação mais quente do ano. E a roupa toda com peças brancas deixam o look com um ar bem moderno!

Tendência Verão/2013: Cropped Top

Tendência para o verão/2013: Cropped Tops

LUCAS MAGALHÃES _ APARTAMENTO 03 _ GIG

Já falei aqui sobre Como Usar: Cropped Top e, mesmo sem ter visto muito dessa tendência nas ruas, parece que os estilistas gostaram bastante dela! E, claro, elas estão sempre com calças, shorts ou saias de cintura alta.

Tendência Verão/2013: Estampas Digitalizadas

Tendência para o verão/2013: Estampas Digitalizadas

LUCAS MAGALHÃES _ CILA _ VICTOR DZENK

As estampas aprecem para dar mais presença ao look de verão. Estampas mil, de abstratas a tropicais, para chamar bastante atenção e colorir ainda mais nosso dia a dia.

Tendência Verão/2013: Fluidez

Tendência para o verão/2013: Fluidez

UMA _ E.STORE _ CHOUCHOU

Com o sol a pino, os tecidos leves e fluidos nos ajudam a curtir ainda mais os ventos do verão. E a sair esvoaçante pela rua! 🙂

Tendência Verão/2013: Franjas

Tendência para o verão/2013: Franjas

PATRÍCIA MOTTA _ E.STORE _ VICTOR DZENK

As franjas surgem direto dos anos 20 para darem mais charme às peças. Qualquer movimento já é o suficiente para um balanço incrível delas. As preferidas surgem nos vestidos!

Tendência Verão/2013: Fundo do Mar

Tendência para o verão/2013: Fundo do Mar

ALESSA _ VITOR ZERBINATO _ CAMALEOA (COLARES)

Lembre-se da maresia, dos corais, das conchas, da areia e das ondas… O mar está super em alta e tudo o que vem dele. Já deu uma vontade de mergulhar nessa tendência?

Tendência Verão/2013: Modelagem 60′s

Tendência para o verão/2013: Modelagem 60's

JARDIN _ GIG _ E.STORE

Twiggy que o diga! Os tubinhos foram bastante populares nos desfiles do MW. Linhas retas marcaram os vestidos dos anos 60 e foram revisitados para um look mais atual.

Tendência Verão/2013: Mullet

Tendência para o verão/2013: Mullet

VIVAZ _ VICTOR DZENK _ CHOUCHOU

Mostrei um pouco sobre o comprimento mullet no post Como Usar: Assimétricos. Eles ainda não saíram da moda, pelo jeito! Tanto em vestidos de festa quanto no cotidiano, o comprimento está super em alta. Pode investir!

Tendência Verão/2013: Peplum

Tendência para o verão/2013: Peplum

MARTHA MEDEIROS _ VIVAZ _ FABIANA MILAZZO

Tá aí um bom assunto para o Como Usar, né? Peplum é uma espécie de babado na altura da cintura que faz esse volume nos quadris. Além dos vestidos, a modelagem apareceu também em blusas!

Tendência Verão/2013: Renda

Tendência para o verão/2013: Rendas

CHOUCHOU _ GIG _ MARTHA MEDEIROS

Renda é sempre bem cotada nos desfiles. A queridinha reforça a tendência de trabalhos manuais/artesanais. Nos dois primeiros exemplos acima você pode ver que o tecido pode ser bem fresco para o dia a dia, mas também bem chique para eventos à noite!

Tendência Verão/2013: Super Decote “V”

Tendência para o verão/2013: Super Decote "V"

ARTSY (VESTIDO) _ PATRÍCIA BONALDI (VESTIDO) _ GIG

Decotes em V que vão atéééé lá embaixo são, especialmente, para as festas super formais. E, como o decote já é um belo de um acessório, os estilistas investiram em cintos e várias pulseiras para complementar.

Tendência Verão/2013: Tangerine Tango

Tendência para o verão/2013: Tangerine Tango

FABIANA MILAZZO _ APARTAMENTO 03 _ E.STORE

Segundo a Pantone, a cor de 2012 seria a fabulosa Tangerine Tango. Pelo jeito, ela também estará no nosso verão de 2013! Não é por menos, a cor cítrica funciona muito bem com tons de bege e branco.

Tendência Verão/2013: Transparências

Tendência para o verão/2013: Transparências

E.STORE _ FABIANA MILAZZO _ VIVAZ

As transparências apareceram de várias maneiras nos desfiles do MW. Em camisas, blusas ou vestidos, a transparência sempre valoriza partes do corpo e brincam com um esconde-ou-revela. No caso da Vivaz, vestidos lindamente trabalhados aparecem embaixo de uma camada transparente com um cinto fino.

Tendência Verão/2013: Verde Menta

Tendência para o verão/2013: Verde Menta

VIVAZ _ GIG _ PATOGÊ

O tom de verde-menta também apareceu nos desfiles. A cor é uma das queridinhas da temporada, aparecendo tanto em vestidos como em casacos, saias, shorts…

Tendência Verão/2013: Tons Pastel

Tendência para o verão/2013: Tons Pastel

PATRÍCIA MOTTA _ PATOGÊ _ CHOUCHOU

Os tons pastel continuam bombando! A mistura de peças em cores claras foi a pedida para o desfile daPatrícia Motta. Eles aparecem em tecidos bem diferentes, como renda, couro, jeans, malha, seda e linho. Adoro! 🙂

 
Fonte e fotos: justlia.com.br

ESTILO: FAMOSAS EDITORAS DE MODA

Conheça um pouco mais das mulheres que tem o poder de reinventar não só os seus, mas o guarda-roupa de muitos que acompanham de perto as novidades da moda.
As roupas e tendências são o foco das Semanas de Moda, mas com o boom dos blogs de street style, cada vez mais o que acontece fora das salas de desfile ganha a atenção dos fashionistas. As editoras de moda foram alçadas à posição de ícone de estilo e lançam moda a cada aparição.
Mais um motivo para tratar dessas mulheres cheias de poder na indústria da moda é Diana Vreeland. Um dos maiores ícones fashion de todos os tempos, a editora esteve à frente das publicações americanas da Harper’s Bazaar e Vogue, e agora é tema de uma exposição que acontece até 26 de junho no Museu Fortuny, em Veneza.
Agora, de volta à pauta, conheça um pouco mais de algumas das principais trendsetters do momento!
Giovanna Battaglia

Ela é namorada de Vladimir Restoin Roitfeld, ou seja, nora de Carine Roitfeld, ex-editora chefe da Vogue francesa. Além disso, carrega toda a elegância das italianas e tem um estilo refinado, porém sexy e glamouroso, misturando estampas e texturas. Ela também adota os saltos superaltos e um toque de cor em uma peça ou uma blusa diferente para mudar a produção. Antes de ser editora de moda, trabalhando para publicações como W magazine e L’Uomo Vogue, Giovanna foi modelo. Hoje, divide seu acervo entre sua cidade Milão e a nova residência, em Nova York.

Emmanuelle Alt

A nova editora chefe da Vogue Paris, tem um grande dom para moda e estilo descolado, mas em seu estilo, bem rocker, Emmanuelle costuma ser vista usando blazers, jeans skinny e supersaltos, ou seja, vemos ela ousar mesmo nos editorias das páginas da revista. Como era de se esperar, a trendsetter tem uma família envolvidíssima no ramo, sua mãe foi modelo da Lanvin e Nina Ricci e seu marido é diretor artístico da Isabel Marant. Emmanuelle é bastante vista usando marcas como Balmain, Prada e Acne.

Kate Lanphear

Diretora de moda da Elle americana, com passagens pela Vogue e Harpers Bazaar Austrália, ID e The Face, Kate é conhecida pelo seu cabelo platinado e de corte moderno, além de seu estilo cult minimalista, que é adorado por blogs de street style como The Sartorialist e Jack & Jil. Peças Margiela, Givenchy, Alaïa e Helmut Lang vintage compõe seus looks, todos com pegada rocker e seguindo uma combinação de preto, branco e cinza.

Taylor Tomasi Hill


Taylor acaba de deixar a função de editorade acessórios da Marie Claire, mas seu currículo tem também a Teen Vogue e, é claro, seus acessórios são sempre incríveis e ganham foco na produção.

Seu estilo é urbano, bem street, misturando bastante referências diversas. Entre as suas marcas favoritas figuram a Burberry, Rick Owens, Proenza Schouler e YSL.

Caroline Issa

Caroline Issaé uma verdadeira business woman e, entre outros negócios, é editora e diretora de moda das revistas Tank e Because. Além de ser dona de uma beleza exótica, Caroline adora misturar cores e estilos diferentes criando sempre um look inovador. Adora descobrir novos designers, mas é fã assumida de Chloé, Céline e Lanvin. A alfaiataria da YSL e as camisas da Equipment são outras duas escolhas certeiras da editora.

Shala Monroque


Ex-editora da revista inglesa Pop e diretora criativa da Garage, a caribenha Shala tem um estilo colorido e descontraído, misturando tendências e peças antes nem pensadas. Miu Miu, Prada e Rodarte são algumas das marcas do seu guarda-roupa. Aliás, a própria Miuccia vive tecendo elogios a Shala e a considera uma musa. Ela abusa de acessórios e já disse em entrevistas que geralmente seus looks mais adorados são as combinações que ela faz mais “sem querer”.

MARC JACOBS E LOUIS VUITTON

O designer Marc Jacobs uma vez disse: “Sempre achei difícil lidar com a ideia de moda em museus… Para mim não há nada mais chato do que um monte de roupas, que um dia foram usadas por pessoas interessantes com vidas interessantes, postas em manequins.”
É uma declaração muito contundente e que faz a abertura da exposição Louis Vuitton Marc Jacobs ainda mais surpreendente. Uma exposição no Musée Les Arts Decoratifs, em Paris, dedicada à influência da dupla na moda, com a notável cooperação de Jacobs. Sua participação sugere que esta pode ser mais do que um retrospecto comum – os visitantes da exposição (que tem Pamela Golpin como curadora) podem esperar por fundo musical, imagens e manequins que se movem. É um vislumbre único dos 15 anos de Jacobs à frente da marca, assim como do impacto que o designer causou do outro lado do Atlântico, em Nova Iorque. Ele também se referiu à montagem da exposição como “uma experiência emocional” e é difícil não ver o porquê. O desfile da Louis Vuitton é um dos mais esperados nas Semanas de Moda, mas a jornada até as passarelas foi longa…

A história de Marc Jacobs e Louis Vuitton
Mais conhecida por suas bolsas, a marca francesa teve seu começo como uma empresa de malas. E como seu fundador faleceu há tanto tempo, a maior parte das pessoas se esqueceu de que Louis Vuitton, um dia, de fato existiu.

Nascido em 1821 em Jura, na França, Vuitton se mudou para Paris para se tornar um aprendiz na produção de baús – um layetier. Já um profissional, ele trabalhou para a Imperatriz Eugenie, a esposa de Napoleão III.
A convivência com a realeza lhe ensinou o que a nobreza queria e, a partir de então, começou a projetar sua própria bagagem, lançando a marca Louis Vuitton em 1854. Quatro anos mais tarde, ele tomou uma atitude simples, porém genial, começou a fazer baús com a tampa plana que podiam ser empilhados uns sobre os outros. Antes disso, as tampas das bagagens eram sempre arredondadas.
Já o icônico monograma da marca, o L e o V entrelaçados, que estão gravados na maior parte dos forros e bolsas da Vuitton, é inspirado em desenhos japoneses e orientais, uma tendência vitoriana da época. O motivo foi patenteado em 1896, quando a companhia já era do filho de Vuitton. Popular e com bagagens caras, foi em meados do século XX que a Vuitton se ramificou com o lançamento de uma pequena linha de produtos em couro, como carteiras e bolsas. Em 1987, a marca se fundiu com as igualmente luxuosas Moët e Hennessy – empresas de champagne e conhaque – formando o que hoje conhecemos como LVMH.
Surpreendentemente, em 1997 a Louis Vuitton ainda não tinha iniciado uma linha de roupas, somente uma variedade de canetas. E foi quando Marc Jacobs despontou. Um designer de Nova Iorque com uma educação irregular, Jacobs encontrou seu lugar na famosa Parsons School of Design e, em 1987, foi o mais jovem a receber o prêmio de moda mais ilustre, o New Fashion Talent, do Council of Fashion Designers of America’s Perry Ellis Award. Na metade dos anos 80 ele também conheceu seu amigo próximo e parceiro de negócios de longa data, Robert Duffy, com quem ainda trabalha em parceria em seus empreendimentos. Em 1988, a dupla liderou a marca americana Perry Ellis e, quatro anos depois, Jacobs foi publicamente despedido após lançar uma coleção com inspiração ‘grunge’ que assustou os executivos da marca.

Após colocar Alexander McQueen na Givenchy e John Galliano na Dior, Bernard Arnault – diretor da LVMH – começou a conversar com Jacobs. Preferindo criar sua própria linha, Jacobs estava relutante em ser o designer de uma marca com uma estética já estabelecida, mas como a Vuitton não possuía coleções anteriores, ele aceitou o desafio com uma condição: que Arnault investisse em sua marca própria. E após quinze anos, que passaram muito rápido, é óbvio que a união se provou um sucesso para todos os envolvidos.
A exposição Louis Vuitton – Marc Jacobs estará aberta até 16 de Setembro no Museé Les Arts Decoratifs, Mode et textile, 107 rue de Rivoli, 75001 Paris.

 

Confira as principais tendências internacionais para o inverno 2013

Depois da maratona de desfile internacionais, as capitais da moda Nova York, Londres, Milão e Paris já deram seus veredictos sobre o que será tendência na temporada de inverno 2013. Entre as inúmeras propostas apresentadas, elegemos seis que certamente irão figurar nos guarda-roupas femininos e atender aos desejos das consumistas. Confira:

Peles e Pelos

Depois de fazerem sucesso nas passarelas nacionais de inverno 2012, as semanas de moda internacionais consolidaram os pelos e peles como forte tendência para a temporada. O material, na maior parte das vezes verdadeiro, apareceu bastante em casacos e mantôs, além de decorar golas, barras e mangas. Na passarela de Jean Paul Gaultier, surgiu em versão cor de rosa.

Jean Paul Gaultier, Dolce & Gabbana, Dennis Basso e Giorgio Armani.